Como potencializar o desenvolvimento de habilidades cognitivas.

Tempo de leitura: 4 minutes

Loading

Benjamin Bloom, doutor em Educação pela Universidade de Chicago, foi o criador da taxonomia de Bloom. Trata-se de uma taxonomia que classifica os domínios da aprendizagem, ou seja, uma lista que classifica as habilidades e os processos que podem aparecer nas tarefas educacionais escolares e, portanto, ficam sujeitos à avaliação. Assim, de acordo com essa taxonomia, entende-se que, depois de realizar um processo de ensino-aprendizagem, os alunos devem ter adquirido novas habilidades e novos conhecimentos.

Como utilizar a taxonomia de Bloom para fazer perguntas que leve o estudante a pensar além do presente

A taxonomia de Bloom está dividida em três objetivos educacionais ou domínios classificados hierarquicamente: o domínio cognitivo, o domínio afetivo e o domínio psicomotor. Nesse post vamos vamos abordar o domínio cognitivo.

Domínio cognitivo de Bloom

Esse domínio da taxonomia de Bloom refere-se à área intelectual dos alunos. Além disso, o domínio cognitivo é composto por seis níveis ou sub-áreas que devem ser levados em consideração: conhecimento, compreensão, aplicação, análise, síntese e avaliação.

  • Conhecimento: esse nível refere-se ao conhecimento que os alunos devem ter sobre dados específicos e às formas e meios de tratar esses dados. Geralmente trata-se de elementos que devem ser memorizados.
  • Compreensão: para os alunos, esse nível consiste em capturar o sentido direto de uma comunicação, de um fenômeno ou da apreciação de um fato que aconteceu. Também cabe destacar que esse nível é subdividido em outros três níveis: transferência (trocar uma forma de informação por outra), interpretação (explicar o conceito de maneira personalizada) e extrapolação (determinar possíveis resultados ou consequências).
  • Aplicação: esse nível se refere à capacidade de aplicar as informações aprendidas em um caso ou problema real ou levantado hipoteticamente.
  • Análise: Nesse ponto, é quando as diferentes partes de um mesmo problema devem ser divididas para serem analisadas minuciosamente. Assim, compreendemos três tipos de análise: análise de elementos (identificar os elementos que compõem um todo), análise de relacionamentos (capturar os relacionamentos existentes no mesmo evento) e análise de princípios organizacionais (identificar linhas mestres que sustentam a estrutura do problema).
  • Síntese: refere-se à verificação dos elementos que compõem um todo, ou seja, a verificação das diferentes partes que compõem o problema ou situação a ser avaliada.
  • Avaliação: esse último nível inclui a atitude crítica que os alunos devem ter diante dos fatos que compõem o problema.

CONHECIMENTO

Recordar material aprendido com anterioridade como fatos, termos, conceitos básicos e respostas.
Palavras Chaves: quem, o quê, porquê, quando, omitir, onde, qual, escolher, encontrar, como, definir, rotular, mostrar, soletrar, listar, emparelhar, nomear, relatar, contar, recordar, selecionar.

Perguntas

  • Que é….? Como é….?
  • Onde é….? Quando_______ só?
  • Como_____aconteceu? Como você explicaria?
  • Porquê…? Como você descreveria…?
  • Quais são os principais…? Listar três…?
  • Qual…? Quem foi…?

COMPREENSÃO

Demonstrar o entendimento de fatos e ideias, organizando, comparando, traduzindo, interpretando, fazendo descrições e expondo as ideias principais.

Palavras Chaves: Comparar, confrontar, demonstrar, interpretar, explicar, ampliar, ilustrar, inferir, extrair, relatar, parafrasear, traduzir, resumir, classificar.

Perguntas:

  • Como você classificaria o tipo de…?
  • Qual é a ideia principal de…?
  • Que evidências suportam…?
  • Você pode explicar o que está passando com/em…? O que significa…?
  • Como você exporia ou compararia com as suas próprias palavras….?
  • O que você pode dizer a respeito…?
  • Como você confrontaria…?
  • Qual é a melhor resposta…?
  • Você poderia resumir…?

APLICAÇÃO

Resolver ou solucionar problemas, aplicando o conhecimento adquirido, fatos, técnicas e regras, de maneira diferente.

Palavras Chaves: Aplicar, construir, escolher, realizar, desenvolver, entrevistar, fazer uso de, organizar, experimentar com, planejar, selecionar, resolver, utilizar, modelar, identificar.

Perguntas:

  • Como você usaria….?
  • Que exemplos poderia encontrar para….?
  • Como você resolveria _______ utilizando o que aprendeu sobre…?
  • Como você organizaria ______ para demonstrar….?
  • Que aproximação ou ponto de vista, utilizarias para….?
  • O que aconteceria se….?
  • Como você demonstraria o que você entendeu por….?
  • De que outra maneira planejaria….?
  • Você poderia utilizar alguns fatos para….?
  • Que elementos você mudaria….?
  • Quais fatos você selecionaria para demonstrar….?
  • Que perguntas você faria ao fazer uma entrevista com….?

ANÁLISE

Examinar e fragmentar a informação em diferentes partes, mediante a identificação de causas e motivos; realizar inferências e encontrar evidências que apoiem generalizações.

Palavras Chaves: Analisar, categorizar, classificar, comparar, contrastar, descobrir, dissecar, dividir, examinar, inspeccionar, simplificar, tomar parte em, examinar para, inquirir, distinguir, listar, relacionar, funcionar, motivar, diferenciar, inferir, assumir, concluir, compor.

Perguntas:

  • Quais são as partes ou características de…?
  • Como é ______ em relação a…?
  • Por que você acredita…?
  • Como se compõe…?
  • Que razões, motivos, existem para…?
  • Você pode listar os componentes…?
  • Que inferências você pode fazer…?
  • Quais conclusões você pode chegar…?
  • Como você classificaria…?
  • Como você categorizaria…?
  • Você pode fazer uma listagem das partes…?
  • Que evidência você encontra para…?
  • Quais relações existem entre…?
  • Você pode diferenciar entre…?
  • Qual é a função de…?
  • Que ideias justificam…?

SÍNTESE

Compilar informação e relacioná-la de diferente maneira combinando elementos com um novo padrão ou propondo distintas alternativas de solução.

Palavras Chaves: Construir, escolher, combinar, compilar, compor, criar, fabricar, planear, desenvolver, estimar, formular, imaginar, inventar, originar, planificar, predizer, decidir, propor, resolver, solucionar, supor, discutir, modificar, mudar, originar, implementar, adaptar, minimizar, maximizar, teorizar, elaborar, examinar, eliminar, implementar, suceder, mudar

Perguntas:

  • Que mudanças você faria para resolver….?
  • Como você melhoraria….?
  • O que acontecería se….?
  • Você pode propor uma alternativa….?
  • Você pode inventar….?
  • Como você adaptaria _____ para criar uma situação ou coisa diferente….?
  • Como você mudaria, modificaria, o planejamento….?
  • O que você faria para minimizar (ou maximizar)….?
  • O que você planejaria…?
  • Que combinações você poderia fazer para melhorar ou mudar….?
  • Você supõe que pode ______ o que você faria….?
  • Como você examinaria, avaliaria….?
  • Você poderia formular uma teoria para….?
  • Você poderia predizer o resultado de….?
  • Como você estimaria os resultados de….?
  • Que fatos você pode compilar….?
  • Você poderia construir um modelo que mudasse….?
  • Você poderia pensar numa forma original para….?

AVALIAÇÃO

Expor e sustentar opiniões realizando juízos sobre a informação, validar ideias sobre trabalho de qualidade com base em critérios estabelecidos.

Palavras Chaves: Premiar, escolher, concluir, criticar, decidir, defender, determinar, disputar, avaliar, julgar, justificar, medir, comparar, marcar, categorizar, recomendar, regulamentar, seleccionar, aceitar, interpretar, explicar, avaliar, priorizar, opinar, dar importância, estabelecer critérios, aprovar, reprovar, valorar, influenciar, perceber, significar, estimar, influenciar, deduzir.

Perguntas:

  • Você está de acordo com as ações ou procedimentos….? Com os resultados….?
  • Qual é a sua opinião sobre….?
  • Como você aprovaria ou desaprovaria….?
  • Você pode estabelecer o valor ou importância de….?
  • Seria melhor se….?
  • Por que acredita que (tal pessoa) escolheu….?
  • Que valor você daria para a….?
  • O que você recomendaria….?
  • Que argumentos você usaria para defender tais ações….?
  • Como você selecionaria….?
  • Como você escolheria as prioridades….?
  • Que seleção você teria feito….?
  • Que avaliação você faria sobre….?
  • Com base no que você já sabe, como você explicaria….?
  • Que informação você usaria para justificar tal ponto de vista….?
  • Que dados você usaria para chegar a determinada conclusão….?
  • Por que seria melhor isto do que…?
  • Como você compararia as ideias….? Pessoas….?

Autor: Barbara Fowler

Fonte: http://www.teresianasstj.com/index.php/93-metodologias?start=36

Fernando Giannini

Pesquisador de tecnologia aplicada à educação, arquiteto de objetos virtuais de aprendizagem, fissurado em livros de grandes educadores e viciado em games de todos os tipos. Conhecimentos aprimorados em cursos de grandes empresas de tecnologia, principalmente no Google Business Educational Center e Microsoft. Sócio-proprietário da Streamer, empresa que alia tecnologia e educação. Experiência de 18 anos produzindo e criando objetos de aprendizagem, cursos a distância, design educacional, interfaces para sistemas de aprendizagem. Gestor de equipe para projetos educacionais, no Ensino Básico, Médio e Ensino Superior. Nesse período de trabalho gerenciou equipes e desenvolveu as habilidades de liderança e gestão. Acredita na integração e aplicação prática dos conhecimentos para a realização de projetos inovadores, sólidos e sustentáveis a longo prazo. Um dos grandes sonhos realizados foi o lançamento do curso gratuito Mande Bem no ENEM que atingiu mais de 500 mil estudantes em todo o Brasil contribuindo para a Educação Brasileira.

Participe da nossa comunidade no Whatsapp sobre Educação e Tecnologia

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

As 5 melhores ferramentas de IA para professores

A inteligência artificial está se tornando rapidamente parte integrante de praticamente tudo o que fazemos, e a educação não é exceção. Ela pode realmente ser o animal de estimação dos professores, aumentando a interatividade no aprendizado e "reduzindo a carga de...

Escrita à Mão Aumenta as Conexões Cerebrais

A Escrita à Mão Aumenta as Conexões Cerebrais? Como a escrita tradicional à mão está sendo progressivamente substituída por dispositivos digitais? É essencial investigar as implicações para o cérebro humano. A atividade elétrica cerebral foi registrada em 36...

IA na Educação

O salto para uma nova era de inteligência artificial de máquina traz riscos e desafios, mas também muitas promessas No romance de ficção científica de Neal Stephenson, The Diamond Age (A Era do Diamante), de 1995, os leitores conhecem Nell, uma jovem que recebe um...

As 10 melhores ferramentas de IA para estudantes

A Inteligência Artificial (IA) tem se tornado cada vez mais predominante em vários setores, e a educação não é exceção. Com o rápido avanço da tecnologia, graças a empresas como a Open AI, as ferramentas de IA surgiram como recursos valiosos para os estudantes que...

IA Cientista: Automatizando Descobertas Científicas

O assistente de laboratório totalmente automatizado projetou e executou um experimento pela primeira vez. IA Cientista: Automatizando Descobertas Científicas, pela primeira vez, um sistema inteligente não orgânico projetou, planejou e executou um experimento químico,...

As imagens parecem fotos premiadas. São falsificações de IA.

Imagens geradas artificialmente de eventos noticiosos do mundo real proliferam em sites de imagens, confundindo a verdade e ficção Uma jovem israelense, ferida, agarrada aos braços de um soldado angustiado. Um menino e uma menina ucranianos, de mãos dadas, sozinhos...

Tag Cloud

Posts Relacionados

IA na Educação

IA na Educação

O salto para uma nova era de inteligência artificial de máquina traz riscos e desafios, mas também muitas promessas No...

Receba a nossa newsletter

Fique por dentro e seja avisado dos novos conteúdos.

Publicações mais recentes